Motivando e inspirando pessoas – Parte 1/2

Motivando e inspirando pessoas – Parte 1/2

Criar realidade através de uma visão transformadora (propósito), motivando e inspirando as pessoas a sua volta, isto é liderança visionária. O que faz de um líder, um visionário?

Enxergar propósito nas ações e nos objetivos é essencial para a motivação das pessoas. Por isso vamos falar de como construir times motivados capazes de suportar e transformar momentos de crise e pressão, em combustível para inovação e resultado. Também veremos como desenvolver uma cultura de mudança para tornar tudo isso sustentável.

Visão transformadora

Do que se trata uma visão transformadora?

Não se trata da frase escrita nas paredes, estamos falando da visão que é comunicada diariamente para as pessoas. O líder deve comunicar a visão através de palavras e ações, como a visão é comunicada (estilo) é tão importante quanto o que é comunicado (conteúdo).

Três perguntas devem ser respondidas na construção de uma visão transformadora:

Por que fazemos o que fazemos? (Por que existimos?)

A resposta a essa questão é a alma de uma visão transformadora e também pode ser entendida como o propósito e os valores centrais da organização, área ou equipe.

O que de fato é sucesso para nós?

Para responder a essa pergunta é interessante definir o que é sucesso para cada um dos interessados mais importantes (ex.: comunidade, clientes, acionistas, membros do time). A resposta deve descrever principalmente as entregas de valor.

Como temos que agir para garantir o sucesso?

A pergunta mais importante a ser respondida pelo líder. Ela deve descrever os direcionadores e prioridades que irão guiar as ações do organismo (organização, área ou time).

Em uma cultura de mudança constante, deve ser claro para as pessoas que, principalmente as respostas para as duas últimas questões, podem mudar de acordo com fatores externos como demanda, mercado, politica ou internos, como inovação, evolução do produto ou serviço, redirecionamento para outro público alvo ou condições financeiras.

Observe que mesmo a primeira resposta pode mudar radicalmente e isso deve ser entendido como evolução e capacidade de adaptação da organização.

O mapa não é o território

Um ótimo momento para falarmos da citação utilizada no post O propósito do líder. “O mapa não é o território”. Cursos de programação neurolinguística (PNL) utilizam com frequência a afirmação “O mapa não é o território”. É na verdade, uma âncora (em PNL, âncora é basicamente o recurso utilizado para gerar conexão de uma memória com alguma ação ou experiência) e também uma metáfora para explicar que a nossa visão da realidade é um mapa do território e não o território propriamente dito. Desta forma, o mapa deve ser constantemente atualizado pois, o território muda de forma constante.

O mapa não é o territórioEnquanto o mapa deriva do que o indivíduo julga e interpreta, o território é a realidade explícita, independente de julgamento algum, é o fato sem a interpretação.

Falando de forma figurada, um terremoto, enchente, aumento demográfico ou até mesmo uma simples construção muda o território muitas vezes de maneira significativa, como o mapa não é o território, o mesmo deve ser atualizado.

Então não esqueça, tudo muda o tempo todo, evite as certezas, revise seus conceitos adquiridos sempre que possível. Acesse um artigo bem explicativo a respeito do tema, do professor Jair Donato.

Estilo de comunicação

Estilo de comunicação da visão transformadora deve se basear em uma linguagem visionária, em que a narrativa faz uso de:

Parábolas: são muito comuns na literatura oriental e consistem em histórias que pretendem trazer algum ensinamento.

Perguntas retóricas: perguntas que não necessariamente precisam ser respondidas, mas provocam reflexão sobre um tema.

Listas de 2 ou 3 partes: recurso de linguagem muito utilizado. Inicia-se o discurso dizendo: “Aqui estão três coisas que são muito importantes…”, ou “Três razões para vocês entenderem…”

Linguagem inclusiva/coletiva: nós, nosso time, nossos sonhos, nossas conquistas, nossos clientes, nosso sucesso.

Repetir as mensagens chaves: repetir várias durante o discurso e em todas as outras oportunidades que surgirem.

Comunicação não verbal

60% do significado sócio-emocional de uma mensagem é representado pela comunicação não verbal. Isso não está relacionado ao fato do comunicador ser introvertido ou extrovertido. O nível de carisma do comunicador é o que torna esse conteúdo mais, ou menos inspirador.

Você sabia que dá para aprender a ser carismático?

O carisma aumenta a percepção de competência do emissor da mensagem, por parte da audiência, de forma diretamente proporcional (Antonakis, 2011);

O carisma é uma ferramenta poderosa para a comunicação de uma visão, ele inspira as pessoas, além disso, constrói uma imagem de aderência do comunicador a posição de liderança junto às pessoas.

De acordo com Antonakis o carisma pode ser desenvolvido através de três aspectos:

Variar a entonação, volume e velocidade da voz de acordo com a intensidade, segurança, confiança, serenidade que se deseja comunicar.

Sorrir genuinamente. Estudos comprovaram que sorrisos falsos são subconscientemente identificados pelas pessoas e conectam essa sensação de falsidade com a mensagem sendo transmitida. Um sorriso genuíno transmite a sua audiência (quem precisa entender a sua mensagem) a sua paixão e o seu engajamento.

Posturas corporais fechadas, com os braços e/ou pernas cruzadas, coluna curvada, transmitem baixo poder. Ao contrário de posturas abertas, em particular com os braços abertos, as mãos levantadas e o peito aberto, ou ainda, sentado com a coluna ereta e apoiado no encosto da cadeira, transmitem alto poder.

Outra postura de alto poder é a conhecida posição do super-homem, com as mãos na cintura.

Estudos comprovaram que posturas de alto poder, além de afetar positivamente a audiência, também afetam fisiologicamente o comunicador, indicando que após 1 minuto, os níveis de cortisol (nível de stress) caíram 25% e os de testosterona (energia) subiram 20%.

Desta forma, a prática consciente desses aspectos irá aumentar o nível de carisma do praticante.

Continua……

Deixe uma resposta